Acompanhamento pré hospitalar: como funciona

Nascentia Blog   •   novembro, 2015

Ludmila e Elisa, parto normal hospitalar

(Ludmila e Elisa, parto normal hospitalar – relato do parto aqui)

Nós sabemos que nem todas as mulheres se sentem seguras em parir em casa, mas gostariam de vivenciar um processo mais humano e acolhedor durante o trabalho de parto, o que muitas vezes não é proporcionado pelos hospitais. O acompanhamento do trabalho de parto em domicílio por enfermeira obstetra permite a segurança da evolução do trabalho de parto de modo fisiológico e traz benefícios à gestante, que vivencia boa parte do trabalho de parto em casa, em um ambiente conhecido e sem interferências externas, que podem causar estresse e liberação de hormônios que atrasam o processo. Dessa forma, é possível chegar mais tardiamente ao hospital – na fase ativa do trabalho de parto, evitando longos períodos de internação e intervenções em excesso ocasionadas pela dinâmica do atendimento hospitalar, como o uso de ocitocina sintética, toques vaginais excessivos, entre outros.

Nosso acompanhamento pré-hospitalar inclui:

– Consulta pré-parto para conhecer a equipe, onde esclarecemos as dúvidas quanto ao acompanhamento, processo do trabalho de parto, plano de parto e avaliamos os exames do pré-natal para identificar se a gestante se enquadra na categoria de risco habitual, para garantir a segurança da evolução do trabalho de parto em domicílio;

– O acompanhamento do trabalho de parto em casa até o momento oportuno de ir para o hospital: uma das enfermeiras obstetras da equipe presta suporte à gestante e acompanha a evolução do trabalho de parto em casa (dinâmica uterina, evolução da dilatação) e monitora o bem estar fetal através da ausculta freqüente dos batimentos cardíacos. A partir do momento em que chegamos para o atendimento, todos os dados são registrados em prontuário e as informações do processo são passadas ao médico pré natalista (se essa for a opção), para que as decisões sejam compartilhadas até o momento oportuno de ir para o hospital, acompanhamos a gestante durante a transferência, até o momento em que o médico assume os cuidados, seja ele particular ou o plantonista;

– Consulta Pós Parto: realizada em domicílio após a alta hospitalar, onde focamos especialmente no atendimento à amamentação, orientando na resolução dos principais problemas que podem surgir e dificultar o estabelecimento da amamentação nos primeiros dias.

Nossa equipe:

Nossa equipe é formada por três enfermeiras obstetras, sendo uma delas também neonatologista e contam com uma rede de apoio, com outras enfermeiras obstetras que atuam no mesmo modelo de atenção como back ups para os casos de impossibilidade de atendimento devido a partos que possam ocorrer ao mesmo tempo ou afastamentos como licença ou férias de algum membro da equipe.

Se você se interessou por este atendimento, entre em contato conosco através do email: nascentiapdp@gmail.com

Por |2017-06-03T17:14:21+00:006 de novembro de 2015|Artigo|